Pular para o conteúdo principal

Por que usar o Álcool 70%?



O uso do álcool 70% é um método de desinfecção bastante popular, por ser um processo simples, relativamente rápido e de baixo custo para se realizar a destruição de microrganismos. 


No entanto, o uso do álcool, que é considerado um desinfetante de nível intermediário, acaba sendo, muitas vezes, superestimado, provavelmente devido à sua facilidade. 

Por isso é bom ficar atento. Instrumentais semicríticos que devem ser preferencialmente esterilizados, como alicates de unha, por exemplo, e até instrumentais considerados críticos, que obrigatoriamente devem ser esterilizados como os ortodônticos, são apenas desinfetados com o álcool, produzindo a falsa impressão de se estar realizando um controle de infecção eficiente.

Vantagens da desinfecção com o álcool 70%
  • bactericida de ação rápida; ação na presença do Mycobacterium tuberculosis e virucida (somente para vírus lipofílicos); 
  • irritante leve; 
  • baixo custo; 
  • não-tóxico; 
  • incolor e 
  • não deixa resíduos. 
Desvantagens da desinfecção com o álcool 70%
  • não é esporicida; 
  • tem atividade diminuída na presença de matéria orgânica; 
  • danifica material de plástico, borracha ou acrílico; 
  • evapora rapidamente, com diminuição da atividade antimicrobiana em sangue seco, saliva e outras matérias orgânicas; 
  • não tem registro como desinfetante na EPA (Environmental Protection Agency) e 
  • não é aceito pela ADA como desinfetante de superfície fixa e instrumental; 
  • não apresenta ação contra vírus hidrofílicos; 
  • não tem ação residual; 
  • é um desinfetante de nível médio.
Fonte:  Venturelli, Alessandre C. et al.  Avaliação microbiológica da contaminação residual em diferentes tipos de alicates ortodônticos após desinfecção com álcool 70%  Rev. Dent. Press Ortodon. Ortop. Facial. vol.14 n.4 Maringá, July/Aug. 2009. 

Postagens mais visitadas deste blog

Onde estão as pilhas? Como guardar pilhas em casa.

Nossos aparelhos domésticos e de trabalho, controles remotos, brinquedos e vários equipamentos utilizados no dia a dia necessitam de pilhas para funcionar. Quando a pilha acaba é um transtorno se não houver reserva disponível. Porém, o armazenamento deve ser feito com critério, guardar novas com novas e usadas com usadas, porque quando guardadas juntas, as velhas roubam energia das novas.
Formatos e nomenclaturas A pilha no formato AA ou 2A é a mais comum de todas. De tamanho médio, geralmente é utilizada em relógios de parede, brinquedos e lanternas. Já a pilha AAA, também chamada de 3A ou pilha palito, é a menor, com frequência utilizada em controles remotos e MP3 players, onde o espaço é reduzido. Ambas têm a mesma voltagem (1,5v) e a diferença fica apenas no tamanho. Além das mais utilizadas, existem também as pilhas C (formato médio) geralmente usadas em lanternas pequenas. Também existem no mercado as pilhas D (formato grande), que normalmente são utilizadas em lanternas maiores…

Conheça os licores famosos e como servir

Licor é uma bebida antiga que tem base de destilado, é aromatizado e possui no mínimo, 20% de açúcar. Os mais famosos do mundo vem da Europa porém, há registros históricos sobre povos antigos que consumiam algum tipo de bebida semelhante ao licor. 
Licores mais famosos do mundo •   Amaretto Disaronno (Itália): o licor de amêndoas •    Frangélico (Itália): avelã •    Pisa Nut Liqueur (Itália): avelã •    Vermeer Dutch Chocolate Cream (Noruega): chocolate •    Kahlúa (México): café •    Tia Maria (jamaica): café •    Chambord (França): Framboesa •    Maraschino (Itália): Cereja •    Limoncello (Itália): limão siciliano •    Midori (Japão): melão •    Sortilége (Canadá): maple •    Cointreau (França): laranja •    Grand Manier (França): laranja •    Bénédictine (França): ervas em fórmula secreta criada em 1510. •    Chartreuse (França): fórmula secreta a base de ervas •    Jägermeister ( Alemanha): Feito desde 1878 leva 56 tipos de ervas •    Pernod (França): anis •    Sambuca Romana (Itália): anis e uma c…

Cuidados essenciais com o guarda-roupa

O guarda-roupa também necessita de cuidados. Uma boa limpeza na parte interna para retirar odores antigos é bom. Verifique se não há cheiro de mofo ou se há presença de traças. Esses fatores estragam as roupas mas, para todos há solução.
Fonte Produtos e quando usar cada um:
Bicarbonato de sódio
•Para retirar odores antigos, dilua 1 colher de sopa de bicarbonato em um litro de água e passe um     pano umedecido em todo o armário.
• Retire tudo do guarda roupas e deixe as portas abertas durante algumas horas 
•Seque com um pano de algodão.
•Espere a secagem completa antes de recolocar as roupas.

Vinagre 
•Para retirar o cheiro de mofo retire tudo de dentro do guarda roupas.
•Aqueça um litro de vinagre e coloque em um recipiente de boca larga dentro do armário com as portas fechadas por 3 horas.
•Depois de retirar, passe um pano umido.
•Deixe aberto por várias horas para que seque bem. Se necessário, utilize o secador.
•Lave as roupas e objetos e seque ao sol antes de guardar.
•Este process…

Rotina diária de Marie Kondo ao voltar do trabalho

Primeiro, abro a porta e anuncio para minha casa: “Cheguei!” 
Pego o par de sapatos que usei no dia anterior e deixei no hall, e digo: “Muito obrigada pelo trabalho árduo”, guardando-o no armário. Em seguida, descalço os sapatos que usei naquele dia e os coloco cuidadosamente no lugar onde estavam os de ontem.  Sigo para a cozinha, ponho a chaleira no fogo e vou para o meu quarto.  Deixo minha bolsa no tapete de pelo de carneiro e tiro as roupas que usei na rua. Coloco o blazer e o vestido num cabide, digo “Bom trabalho!” e os penduro provisoriamente na maçaneta do armário. Coloco a meia-calça no cesto de roupa suja, escolho uma roupa confortável e me visto. Cumprimento a planta que está num vaso na janela e acaricio suas folhas.  Minha tarefa seguinte é esvaziar o conteúdo da minha bolsa e guardar cada objeto em seu devido lugar.  Primeiro, retiro todos os comprovantes de pagamento da carteira, depois guardo-a numa caixa perto da minha cama.  O relógio de pulso fica numa caixinha antiga, e …

Minha receita de batata sauté

A minha melhor receita de batata sauté tem queijo!



Cada um tem a sua receita preferida,  faço a minha assim:
Lavo e descasco as batatas, corto em 4 e depois em 4 novamente. Cozinho com pouca água e sal. Escorro, coloco manteiga em uma frigideira funda, coloco as batatas e salteio rapidamente. Coloco queijo parmesão e dou uma salteada na frigideira para dourar. Finalizo com um pouco de salsinha bem picadinha e sirvo imediatamente.
*Sauté: Esse termo vem de uma palavra francesa que significa "saltar". Na gastronomia significa colocar a comida em panela muito quente, com um pouco de manteiga ou azeite, e sacudi-la durante o processo de cozimento.
Quer conhecer um pouco mais sobre a produção da batata orgânica? Veja neste manual como produzir batata orgânica

Créditos da foto