24 de maio de 2012

Coxinha de frango

Você sabe fazer coxinha de frango?
É muito simples. Fiz para o jantar. 



Massa
1 litro de água do cozimento do frango
1/2 kg de farinha de trigo
1 caldo de galinha
1 colher de margarina
1 colher (chá) rasa de sal
1/2 colher (café) de páprica



  • Em uma panela junte a água que cozinhou o frango, margarina, sal e páprica. Deixe a mistura ferver.
  • Após levantar fervura, junte a farinha  e  mexa sem parar com o auxílio de uma colher de pau,  até que a massa desgrude da panela.
  • Retire a do fogo e coloque sobre uma superfície lisa ou forma de pizza untada com azeite.
  • Enquanto esfria,  sove bem para que a massa não crie casca. Reserve.



Recheio
1 peito de frango temperado cozido e desfiado
1/2 copo de requeijão
1/2 xícara de salsinha picada


  • Amasse com um garfo o frango desfiado com o requeijão e a salsinha. Prove o sal.
  • Para a montagem, unte as mãos com azeite, abra uma porção de massa na mão. Coloque uma porção de recheio com auxilio de uma colher. Feche a massa em formato de coxinha.


Casquinha
2 ovos
1 pitada de sal
2 xícaras de chá de farinha de rosca


  • Bata os ovos ligeiramente com o auxílio de um garfo, junte o sal.
  • Passe as coxinhas prontas por essa mistura, e passe pela farinha de rosca seca.
  • Frite em uma panela funda, coloque óleo suficiente para cobrir as coxinhas, deixe esquentar bem (190º a 200º graus). Frite as coxinhas aos poucos para que o óleo não esfrie. Vire para dourar o lado oposto. Retire assim que estiverem douradas. Repita o processo até a finalização.
  • Coloque sobre papel toalha para que fiquem bem sequinhas.


Bom apetite!

A foto que ilustra o prato pertence a http://www.gelfoods.com.br

By

Um comentário:

  1. Hum... que delícia de coxinha.

    Não sei fazer e aqui em casa ninguem sabe...

    sabemos fazer doces, muitos doces, mas salgadinhos não...

    mas somos amantes de coxinhas...

    bjo

    filhadejose.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Sua opinião é muito importante!

Voltar ao topo