9 de setembro de 2012

A cozinha e a dieta mediterrânea


O cardápio da próxima semana 
será  baseado na Cozinha Mediterrânea
Uma das características da cozinha mediterrânea é a sua sazonalidade. Ela respeita o ciclo dos alimentos durante as estações do ano, é multicultural, porque abarca uma infinidade de características destes povos que passaram por várias mudanças ao longo dos séculos, com influências de outras culturas; e natural, porque respeita os alimentos da terra. O cardápio mediterrâneo se caracteriza pela riqueza de legumes, verduras, grãos, feijões, cereais, peixes e frutos do mar.
Grão-de-bico, lentilha, azeitona, tomate, berinjela, pimentão, abobrinha, entre outros, são ingredientes tipicamente mediterrâneos. As safras se refletem nas mesas dos restaurantes. De produtos como abobrinha, berinjela e pimentão aparecem os deliciososratatouilles, por exemplo.
Vários pratos famosos no mundo surgiram na região mediterrânea. A paella valenciana, além de ser a receita mais elaborada, revela-se uma das mais executadas fora daquela região. O gazpacho andaluz, que tem como protagonista o tomate - ingrediente versátil, sem o qual desapareceria boa parte do cardápio mediterrâneo. Um passeio pela Itália nos remete aos incomparáveis antipasti, sem falar na célebre capponata siciliana, e no pesto genovês, o principal molho frio para massas, à base de pinoli, manjericão, alho, óleo de oliva e queijo pecorino ralado na hora. A França exportou abouillabaisse, uma sopa originária de Marselha, feita com peixes, mariscos e frutos do mar, perfumada com ervas e especiarias como o açafrão. A tapenade, uma pasta provençal à base de alcaparras, azeitonas pretas, anchovas dessalgadas e atum, amassados em purê, é outra iguaria francesa. Diferentemente do que acontece com os pescados, reverenciados à mesa, a carne é saboreada com parcimônia. Nas receitas regionais surge como condimento - em legumes recheados ou ensopados. Talvez o mais representativo prato de carne da cozinha mediterrânea seja omoussaka grego, uma saborosa associação de fatias de berinjela, intercaladas com tomate e carne de cordeiro,  temperados com especiarias e óleo de oliva.
Agora, se você quiser um cardápio com base na dieta mediterrânea para perder peso, aqui tem um cardápio completo para uma semana.

Um comentário:

  1. Ro,eu já me adaptei a dieta mediterrânea,nunca comi tanta abobrinha,beringela e pimentão na minha vidaaa.
    Eu moro no que chamam pomar da Europa,no sul da Espanha.
    É onde plantam quase tudo,aqui é bem quente,e bem frio,mas num neva.
    Quanto as lentilhas, eu só comia no Ano Novo, agora como o inverno inteiro.
    Aqui a maioria já vem cozido nos vidros,como feijão branco,lentilha,grão de bico.
    Muito pouca gente cozinha em casa(claro o sabor é outro),por que custa 0,30 - 0,50 centavos o vidro.
    Venho ver o cardápio essa semana,prá variar o rango aqui.
    Besitos

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Sua opinião é muito importante!

Voltar ao topo