Pular para o conteúdo principal

Coisas que aconteceram...

Há alguns dias, dei um mau jeito na coluna e fiquei quase imóvel por dois dias.  No fim do segundo dia, levantei coloquei uma uma cinta abdominal e fui dar uma palestra. Aos poucos, fui melhorando e agora estou 100%.

Nesses dias em que a única posição confortável era deitada de lado, em posição fetal, pensei muito sobre a vida, a família, o futuro. Meditei, refleti sobre muitas coisas. Duas coisas me vieram à mente enquanto eu esperava o tempo passar: a partida e o preparo para a partida.

Estas preocupações parecem fúteis quando tudo está bem, mas quando chega a hora... Uma das questões práticas que fiz naquele momento foi: -se hoje fosse meu último dia, o que gostaria de deixar? 

Pensei. 
- Gostaria de deixar boas lembranças. 
Isso a gente constrói ao longo da vida e são frutos dos relacionamentos que temos em casa, na família e no trabalho cotidiano.
- Também gostaria de ter minhas coisas organizadas. Finanças, documentos e pouquíssimas coisas materiais.

E se eu precisasse de internação, estaria pronta?
A gente pensa isso quando está sentindo dor. 
Pensei em quanto é importante deixar alguma coisa pronta de antemão: camisola, lingerie, chinelo de quarto, roupão em ótimas condições de uso para um uso eventual, ou um robe. Eu tenho, mas no dia não me lembrei, pensei que não tivesse nada, porque estão guardados separados. Foi por isso que resolvi escrever sobre a importância de deixar estas coisinhas organizadas para uma eventual emergência.

Lembrei que quando me preparei para a maternidade, deixei quase tudo pronto. Como sempre pode existir algum imprevisto, é preciso pensar nas necessidades e possibilidades futuras com um olhar realista.

                                           As mamães sempre se preparam para a maternidade...

Depois que escrevi estas coisas pensei: Isto é neurose? 
Minha resposta é não! 
Isto é apenas praticidade.
Não custa nada ser organizada!

Postagens mais visitadas deste blog

Onde estão as pilhas? Como guardar pilhas em casa.

Nossos aparelhos domésticos e de trabalho, controles remotos, brinquedos e vários equipamentos utilizados no dia a dia necessitam de pilhas para funcionar. Quando a pilha acaba é um transtorno se não houver reserva disponível. Porém, o armazenamento deve ser feito com critério, guardar novas com novas e usadas com usadas, porque quando guardadas juntas, as velhas roubam energia das novas.
Formatos e nomenclaturas A pilha no formato AA ou 2A é a mais comum de todas. De tamanho médio, geralmente é utilizada em relógios de parede, brinquedos e lanternas. Já a pilha AAA, também chamada de 3A ou pilha palito, é a menor, com frequência utilizada em controles remotos e MP3 players, onde o espaço é reduzido. Ambas têm a mesma voltagem (1,5v) e a diferença fica apenas no tamanho. Além das mais utilizadas, existem também as pilhas C (formato médio) geralmente usadas em lanternas pequenas. Também existem no mercado as pilhas D (formato grande), que normalmente são utilizadas em lanternas maiores…

Conheça os licores famosos e como servir

Licor é uma bebida antiga que tem base de destilado, é aromatizado e possui no mínimo, 20% de açúcar. Os mais famosos do mundo vem da Europa porém, há registros históricos sobre povos antigos que consumiam algum tipo de bebida semelhante ao licor. 
Licores mais famosos do mundo •   Amaretto Disaronno (Itália): o licor de amêndoas •    Frangélico (Itália): avelã •    Pisa Nut Liqueur (Itália): avelã •    Vermeer Dutch Chocolate Cream (Noruega): chocolate •    Kahlúa (México): café •    Tia Maria (jamaica): café •    Chambord (França): Framboesa •    Maraschino (Itália): Cereja •    Limoncello (Itália): limão siciliano •    Midori (Japão): melão •    Sortilége (Canadá): maple •    Cointreau (França): laranja •    Grand Manier (França): laranja •    Bénédictine (França): ervas em fórmula secreta criada em 1510. •    Chartreuse (França): fórmula secreta a base de ervas •    Jägermeister ( Alemanha): Feito desde 1878 leva 56 tipos de ervas •    Pernod (França): anis •    Sambuca Romana (Itália): anis e uma c…

Limpeza de cola de fita adesiva dupla face no piso

Esta é mais uma dica para limpeza do porcelanato. Passei uma fita dupla face no cesto do banheiro para que não ficasse escorregando, toda vez que fossem usar. No primeiro dia, ficou maravilhoso. 
Após alguns dias de uso, a fita foi saindo aos poucos e marcando o piso. Chegou a um ponto que não dava nem para raspar, não saia e ficava cada vez mais encardindo. 
Resolvi tirar tudo do fundo do cesto de lixo e limpar as marcas do piso. Retirei os restos de fita na unha, depois de tentar vários instrumentos, mas ficou um pouco que não saiu de jeito nenhum com a forma mecânica. 

Tentei álcool, nada. Acetona, a mancha se esparramou mais. Passei água oxigenada, nada. A mancha só esparramou. Tentei a última cartada. Óleo de cozinha - peguei  um  pouco  de óleo  em uma tampinha descartável e despejei sobre a mancha. Esfreguei com um algodão e passei um pano limpo. Saiu tudo, como se não houvera cola. Amei o resultado. Nem tudo pode ser colado!

Óleo de cozinha, produto testado e aprovado para retir…

Como encadernar sua agenda

Veja que agenda linda!!!




Para fazer a sua assim, você vai precisar dos seguintes materiais:
uma agenda papel sulfite tecido 100% algodão régua e lápis cola pincel tesoura espátula





São vários modelos em tecido!

Veja o passo-a-passo aqui    Deu vontade de começar já.....

Um ano depois....13 de agosto de 2011...
Voltei aqui para colocar mais este passo a passo!
Você vai amar!!!
Você já encadernou a sua agenda?

Rotina diária de Marie Kondo ao voltar do trabalho

Primeiro, abro a porta e anuncio para minha casa: “Cheguei!” 
Pego o par de sapatos que usei no dia anterior e deixei no hall, e digo: “Muito obrigada pelo trabalho árduo”, guardando-o no armário. Em seguida, descalço os sapatos que usei naquele dia e os coloco cuidadosamente no lugar onde estavam os de ontem.  Sigo para a cozinha, ponho a chaleira no fogo e vou para o meu quarto.  Deixo minha bolsa no tapete de pelo de carneiro e tiro as roupas que usei na rua. Coloco o blazer e o vestido num cabide, digo “Bom trabalho!” e os penduro provisoriamente na maçaneta do armário. Coloco a meia-calça no cesto de roupa suja, escolho uma roupa confortável e me visto. Cumprimento a planta que está num vaso na janela e acaricio suas folhas.  Minha tarefa seguinte é esvaziar o conteúdo da minha bolsa e guardar cada objeto em seu devido lugar.  Primeiro, retiro todos os comprovantes de pagamento da carteira, depois guardo-a numa caixa perto da minha cama.  O relógio de pulso fica numa caixinha antiga, e …