2 de dezembro de 2013

Fui ali e já volto

Cheguei a cidade por volta das onze horas. Havia uma reserva no hotel em que me hospedei. Hotel muito bom. Novo, limpo e silencioso. O bairro é formado por chácaras de alto padrão. Algumas lembram um condomínio horizontal de grandes cidades.

No hotel, a não ser poucas famílias que estavam hospedadas, já de saída, quando cheguei, foram embora. Vi somente a recepcionista. Ninguém mais. Saí para almoçar. Ninguém nas ruas. Tudo fechado. Encontrei uma frutaria que colaborou muito em minha dieta. Comprei castanhas, damascos, suco de laranja sem conservantes ou açúcar e água com gás. 

De volta ao hotel caiu uma chuva, maravilhosa, propícia para uma tarde zen

Esta pedra enorme é só um granito original da região
Deu tempo de pensar nos trabalhos agendados para os próximos dias, nas reuniões que farei quando voltar, na palestra do próximo sábado, no texto do boletim semanal, nos compromissos do próximo domingo. Tantas coisas.

Os intervalos de sossego são muito produtivos principalmente quando a gente está acostumada a uma rotina puxada. Estar só pode ser até estranho.

2 comentários:

  1. Oi Ro. E dar estas paradinhas na realidade é tão produtivo, pois geralmente voltamos com outra cabeça e com muito mais energia para prosseguir. Tenha um ótimo dia!!!

    www.umdiasereichef.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita. Sua opinião é muito importante!

Voltar ao topo