17 de agosto de 2014

Como arrumar a mesa

Você tem dificuldades para arrumar a mesa para um jantar? Para ajudar, compilei este trecho do livro A Mesa. Guarde para usar nas horas de dúvida, ou para orientar alguém. Afinal, esta não é matéria de escola. Veja o texto e acompanhe na foto da capa.

Coloque primeiro os pratos rasos. Pratos de sopa vêm para a mesa já servidos antes dos comensais se sentarem. A seguir, coloque os talheres: à direita fica a faca maior, com o corte voltado para o prato; a seu lado, a faca de peixe e a colher de sopa - ou uma menor para consomê; também a direita é o lugar correto para o garfo de melão.
À esquerda, junto ao prato, fica o garfo maior. A seu lado, o garfo de peixe. Quando a salada for servida como entrada (e nesse caso é melhor não haver sopa), poderão ser colocados talheres menores, de sobremesa, ao lado dos maiores (o garfo à esquerda e a faca à direita) para serem usados com a salada.
Não coloque mais do que três talheres em cada lado. Os talheres de sobremesa poderão já estar dispostos: encostado no prato, acima dele, coloca-se primeiro a faca com o corte voltado para baixo e o cabo, para a direita, somente quando houver no cardápio frutas que serão cortadas ou descascadas à mesa; mais a cima o garfo com o cabo voltado para a esquerda; por último a colher com o cabo voltado a direita. Eles também podem vir mais tarde, acompanhando o prato de sobremesa.
A distribuição dos talheres tem lógica, pois serão usados em ordem, das extremidades para dentro.
Acima e à esquerda fica o pratinho de pão, poderá ter uma faquinha de manteiga atravessada sobre seu bordo superior. Esse espaço poderá também ser ocupado pelo prato especial de salada ou pela lavanda, pequeno recipiente com água que será colocado no momento certo para lavar os dedos.
Acima e a direita ficam os copos, enfileirados por ordem de tamanho e também de uso. Junto aos talheres de sobremesa fica o de água (o maior); à sua direita, o de vinho tinto (o médio); por último, o de vinho branco (o menor). O de champanhe fica acima dos de vinho. Os copos não precisam pertencer a um mesmo jogo. Pode-se misturar peças desiguais, desde que formem um conjunto harmonioso. O de vinho tinto deve ser, de preferência, branco e bem transparente, para que se veja a cor e a limpidez da bebida.
Guardanapos ficam à esquerda ou sobre o prato, dobrados de forma simples, jamais sob qualquer talher.
Um princípio geral é que só se coloca o que vai ser usado. Se você, por exemplo, não vai servir peixe ou frutos do mar, nem vinho branco, é evidente que não precisa colocar os talheres especiais nem o copo menor.

A capa diz tudo


Um comentário:

Obrigada pela visita. Sua opinião é muito importante!

Voltar ao topo