20 de março de 2015

Como guardar objetos de valor

Todo mundo tem objetos de valor guardados em casa, sejam relógios, celulares, notebooks, computadores, máquinas fotográficas, lembranças, escrituras, jóias de família, cheques em branco, livros e até dinheiro.

Para maior segurança, mesmo sendo guardados em casa, objetos como carteira, documentos, relógios ou anéis devem ser bem guardados em armário ou gavetas com chave. O importante é que estejam disponíveis para que se possa, acessar os objetos de forma rápida e fácil. 

Por mais minimalista que você seja, não tem como não ter objetos de valor e os motivos para não se desfazer deles podem ser, porque são herança, porque você não sabe onde guardar melhor, porque gosta de cuidar de perto de seus pertences ou porque ainda não decidiu o que fazer com eles. As maneiras de guardar seus objetos de valor podem estar em sua casa ou fora dela, em um cofre no banco, em aplicações no banco, nas nuvens (digital) ou em um self storage,  confira:


1. Documentos importantes 

Nem sempre a casa é o lugar mais seguro para a guarda de documentos. Uma prática para quem não possui muitos papéis é digitalizar tudo e ainda guardar uma cópia em um cofre ou na casa de outra pessoa. Há empresas que oferecem o serviço de guarda documentos pessoais, livros, trabalhos ou recordações. Empresas que têm muitos documentos como escritórios de contabilidade, advocacia, recursos humanos, ou empresas de engenharia e arquitetura que precisam guardar projetos, plantas e até mesmo maquetes utilizam esse serviço.  Entre as vantagens de sua utilização, estão a liberação de espaço interno em casa e a segurança dos documentos.

2. Valores  em espécie

Qualquer valor em espécie, guardado em casa está sujeito à desvalorização, porque perde o poder de compra ao longo de alguns meses, devido à inflação. Isto vale para os cofrinhos também.  Por isso, os especialistas em finanças recomendam que o dinheiro seja investido. Para muitas pessoas, principalmente aquelas que pensam apenas em guardar seu dinheiro, sem grandes ambições, o mais recomendado são aplicações conservadoras, como a caderneta de poupança, títulos do governo de curto prazo e CDBs. 

3. Objetos pessoais de uso eventual

Barraca de camping, bicicletas e pranchas ocupam muito espaço em casa, mesmo quando são guardados na área de serviço ou no quarto. Quem gosta de praticar esportes, sabe muito bem que é preciso ter espaço para guardar seus equipamentos. No guarda móveis é possível guardar todos seus instrumentos de lazer com total segurança pelo tempo que precisar. Nesse caso, as soluções de guarda móveis do tipo self storage são uma alternativa pra lá de excelente e os valores são compensatórios.
  

4. Móveis e mercadorias

Para quem precisa mudar de cidade temporariamente, e não pretende manter o apartamento mobiliado e fechado para não correr riscos, um self storage, mais conhecido como guarda móveis pode ser a solução certa. Geralmente as pessoas que estão reformando suas casas ou mudaram para locais menores, não têm onde deixar os móveis. A vantagem, do sistema self storage é que o sistema não cobra taxas de condomínio, energia e segurança, somente o aluguel. Nesse caso, verifique se o ambiente é dedetizado contra pragas e roedores, se possui vigilância 24 horas e seguro contra incêndio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Sua opinião é muito importante! RoArchela

Voltar ao topo