20 de junho de 2016

Agenda e relógio biológico

Já planejou a semana? Então aproveite o tempo e dê uma olhada em seu relógio biológico para ver se ajuda em alguma coisa. Pra mim sempre ajuda porque acaba dando um certo estímulo para ajustar algumas atividades da agenda e produzir mais durante a semana.



Nosso corpo tem um relógio biológico que regula etapas importantes em nosso organismo e se a gente não se dá conta, ele se desregula e aí perdemos coisas boas que o organismo produz.

Entre 7 e 8 horas da manhã
As 6 horas o organismo começou a produzir cortisol, então, essa é a hora perfeita para acordar com disposição total, pois ele atinge a concentração máxima no organismo. Note, que se você resolve voltar a dormir nesse período, vai acordar com uma baita dor de cabeça, por causa da endorfina que estimula um sono pesado, por isso é mais difícil de acordar nessa fase.

Entre 9 e 10 horas
Essa é a hora do prazer! A serotonina, responsável pela sensação de alegria, felicidade e prazer está em alta nesse horário. Então aproveita! A taxa de endorfina também é alta nesse período e age como um anestésico natural. Horário ideal para frequentar a cadeira do dentista! 

Entre 10 e 12 horas
Essa é a hora certa para produzir! É nesse período que as idéias estão em alta, pois a memória de curto prazo está mais ativa, então, aproveite a inspiração para refletir e discutir idéias, já que o organismo está em velocidade total.

Entre 13 e 14 horas
É a hora em que a adrenalina cai e a gente sente moleza. Muita gente nesse período tira um cochilo de uns 20 minutinhos, é ótimo para voltar ao ritmo normal!

Entre 15 e 17 horas
É a hora em que não pensamos mais em nada... A capacidade intelectual vai diminuindo e para compensar, aumenta a forma física. Movimente-se!

Entre 18 e 19 horas
É nessa hora que devemos colocar as crianças para fazerem as tarefas escolares, pois a capacidade intelectual e o estado de vigilância estão em alta novamente. Tente evitar o engarrafamento e ficar perto de fumaças, pois há uma vulnerabilidade do organismo em relação à poluição e ao monóxido de carbono. 

Das 20 horas em diante
Hora do soninho. A melatonina vai aparecendo e desencadeia o primeiro momento ideal para dormir, e avisa isso de duas em duas horas. Neste período, o prazer sexual também favorece o sono, pois libera a secreção de endorfinas no cérebro.

Entre 21 e 1 hora
A melhor hora para dormir. É a fase mais importante do sono. É nela em que acontece o pico da produção do hormônio do crescimento. Esse hormônio permite que os conhecimentos adquiridos na véspera sejam armazenados pelo cérebro. 

Aproveite o dia com coisas boas!

Adaptado de Denise Baumann, Revista Vida e Saúde – Ano 66, nº 9

Crédito da foto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Sua opinião é muito importante!

Voltar ao topo